domingo, 15 de junho de 2008

Ménage à Quatre

Foi de uma idéia mais momentânea do que promissora que quatro bravos aspirantes a jornalistas premeditaram a criação desse filho, então batizado, O Bar de Papo. Eram oito mãos, quatro cabeças e um único sonho: informar e extravasar sentimentos e devaneios sobre os mais variados temas. Eis a história do rebento.


Noite de Domingo, 25 de Maio. Numa página do MSN conversam quatro iluminados filhos de Deus, Carol Peralta, Marília Dutra, Pablo Abreu e Conrado Moreira. Divinamente abençoados, o ex-coroinha Conrado e o malandro Pablo dispunham de uma mesma idéia: reunir a turma da sala de Jornalismo da UFJF que estava para começar e dar vida a um Blog, versátil tanto em assuntos e opiniões, quanto em participantes. Este intento foi logo compartilhado com as duas jovens, a tagarela Carol e a formiguense Marília, que aplaudiram a idéia e se dispuseram a ajudar na criação do mesmo.

Concordâncias e divergências permearam esse primeiro encontro. Que tamanho? Quantos posts? Marcadores: sim ou não? Situação normal; novidades remetem sempre a curiosidades. Entretanto, o que mais preocupou, e ocupou a mente desses audazes estudantes foi a escolha do nome que viria à frente desse “pequeno grande portal”.

Fora às dúvidas, o desígnio foi tão próspero que os outros colegas convocados se dispuseram, igualmente animados, a participar desse empreendimento: o basqueteiro Giovane, a marota Déia, Felipe, Vítor, e joyce.

Equipe reunida, chega, enfim, os percalços acerca do nome. Calorosas discussões embalaram as reuniões noturnas via MSN. As opiniões tomaram dois rumos divergentes, a de nomes mais descontraídos e populares e a de nomes mais pesados e personalizados. Mas a trama foi logo resolvida no intuito de agradar a todos, tanto gregos como troianos. Depois das várias sugestões ficou para embate o “Bossa Jornalística” e “O bar de papo”. [...]

O bar de papo acabou levando a melhor na votação, Com o domínio devidamente registrado, Déia começou a fabricar o layout do blog, sempre atenta aos palpites de todos, e o blog foi então tomando forma. Com o entorno pronto faltava então preenche-lo e começar a postar, mas não era tão simples assim.
Decidiu-se que o post que daria o ponta-pé inicial teria que ser especial, um texto feito a várias mãos começou a ser fabricado então.

O resultado final dessa experiência toda não é só esse texto e esse blog, que já tem um pouquinho de cada um, sendo nas musicas no jukebox ali do lado, ou no texto que rodou por vários Pc’s até finalmente ser concluído. E sim o primeiro trabalho realizado juntos de futuros estudantes de comunicação social, que antes mesmo de começar a faculdade, já ávidos pra escrever e produzir, resolveram fazer. E do primeiro trabalho feito juntos, podendo conhecer um pouco mais de algumas das pessoas, com quem conviveremos pelo menos pelos próximos 5 anos de nossas vidas.

Agora com nome escolhido, e decoração no seu lugar, O bar de papo, abre as portas para que outros freqüentadores possam também beber um pouco de nossas idéias. Vai continuar trazendo a mistura de personalidades, e opiniões, no cardápio, Vai ter texto pra todos os tipos de bebedores. Abre as portas agora, e não fecha tão cedo...

texto por: Conrado, Pablo Abreu, Marília, e Felipe F.

5 comentários:

Vitor Vizeu disse...

Isso ae moçada!! Curti pra carai o texto! Que seja o primeiro de muitos que estão por vir!

Carol Peralta disse...

E estão abertas as portas do bar!
;)

FINALMENTE!hehehehe

Pablo Abreu disse...

Amém, senhoras e senhores!

Pablo Abreu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giovane C. Rezende disse...

Enfim abertas as Portas!! Espero q enchamos o bar de sabedoria!!! Ou melhor: Vamos arrebentar!!!!
uhauhauhauhauhauha