terça-feira, 1 de julho de 2008

Jornal Mitológico

Até as profundezas divinas estão movimentadas. Nem a mitologia esperava tempos de tantos escarcéus. Zeus até que tenta pôr ordem nas intemperanças dos deuses, mas tá difícil. Enquanto uns comemoram, outros lamentam, e a bagunça do céu virou caso de profecia.

Atordoado com o caos, Zeus, líder do panteão olímpico, lançou mão do velho orgulho e resolveu pedir ajuda a divindades do Umbanda. O atormentado foi o Xangô, deus da justiça, que aconselhou o pobre Zeus a reunir seus subjugados numa mesa redonda para uma discussão em pró da ordem. Zeus tremeu o mundo com seu carinhoso trovão e logo estavam todos os deuses compondo a roda. Eis, então, partes dessa confusão.

Afrodite, Deusa do Amor (completamente divina e com entonação de dona de cabaré)
- Eu estou satisfeitíssima. O que não falta na Terra é amor. Mesmo que por meios um pouco tortos, a vida sexual dos homens é algo divino. Muitos pulam a cerca, as transas juvenis estão cada vez mais jovens e o mito das virgens corre por todas as entranhas da Terra. Do meu trabalho ninguém pode reclamar, amor não falta, não é mesmo meu querido Ares (amante dela)!

Baco, Deus do vinho (de olhos vermelhos, jeito espalhafatoso e com uma garrafa de vinho na mão)
- Bom pra você dona afro... afro... afro o que mesmo? (Afrodite, lhe lembra Ártemis, deus da caça) Isso Afrodite. Porque pra mim, meus caros, a coisa anda feia. Imaginem só que o Brasil deu pra inventar uma tal de lei seca e o povo tá parando de beber. Logo agora que o vinho tava cada vez mais barato! Assim não dá Zeus! Assim não pode! A direção do AA vai pegar no meu pé porque não vai ter mais cliente. Como é que eu fico nessa?! Alias, alguém aceita um golinho ai?

Hades, Deus dos mortos e do submundo (com ares sombrios e risada maléfica)
- Por falar em Brasil, também tenho o que reclamar. A morte por lá aumenta que é uma coisa absurda. Não que eu não goste do meu trabalho, mas vire e mexe chega um individuo de camisa de time de futebol e com um mp3 tocando funk. Dizem que é por causa de um tal de tráfico, que anda matando muita gente por lá. Eu estou trabalhando demais. Preciso de uns ajudantes.

Ares, Deus da guerra (com um uniforme do exército brasileiro e uma bandeirinha dos Estados Unidos)
- Fique tranqüilo Hades, acho que logo o número de mortos vai diminuir. As guerras desses últimos anos podem ter fim. O Bush vai ser substituído. Já estou até analisando os novos candidatos para dar uma ajudinha ao mais guerreiro!

Num canto da sala brigam Hélios (Deus do sol) e Selene (Deusa da lua)
- Eu é que sou mais poderoso – Hélios.
- Você só sabe esquentar, meu queridinho. Eu é que ilumino os corações apaixonados – Selene
- Pois é isso mesmo. E estou esquentando cada vez mais a Terra e sabe de quem é a culpa? Adivinha? Dos corações iluminados por você, queridinha!!

Atena, Deusa da sabedoria, estratégia e razão (cheia de graça e com ar filosofal)
- Silêncio! Silêncio! Meus deuses! Por favor, convenhamos! Escutem a voz da razão. Já conheço todos esses assuntos terrenos sobre política, problemas culturais, guerras e coisa e tal. Não sou eu quem lhes fala e sim a sabedoria. Zeus, melhor mesmo é aproveitar que os deuses estão todos aqui reunidos e fazer logo uma festa divina.

E o inferno começou.
- A bebida é por minha conta – bradou Baco.
- Eu tenho o mp3 de um botafoguense que chegou aqui semana passada, se ninguém se importar com o batidão – falou Hades.
- Quem quer fazer amor?! – gritou de cima da mesa Afrodite.

Depois disso, até Zeus entrou na dança.

5 comentários:

Giovane C. Rezende disse...

gostei demais!! tah de parabens!!!
Pablo escreve muito bem!!!

Deia C. disse...

Muito bom! Muito bom mesmo!
Afinal, tudo sempre acaba em pizza, né!?
auhUaUahUhauHauHaU

Vitor Vizeu disse...

caaaara, mto foda!!
ri mto aki...hauhauhauhuah

Conrado Moreira disse...

ow, com o perdão da palavra:

DO CARALHOO!

Pablo, mandou benzasso brother... show de bola msm!

Palmas pra ele!!

Felipe F. disse...

Genial!

Parabens!